Quando falamos em nutrição e saúde, a variedade do que você come é muito importante. Você já ouviu dizer que refeições nutritivas são aquelas que reúnem diversas cores? Pois bem, a nutri Juliana Rossi, da Clínica Equilíbrio Nutricional, conversou com a gente sobre isso e confirma: “As vitaminas, minerais e fitoquímicos dos alimentos estão em suas cores. Por isso insistimos tanto para que haja muita cor no prato”.

Mas como sei quais nutrientes estou ingerindo com cada cor?

Com a consultoria nutricional da Juliana, preparamos um resumo bem completo para você:

Vermelho e roxo: ricos em antocianinas (que lhes conferem o pigmento), atuam na prevenção de doenças cardíacas e infarto, inibindo a formação de coágulos e também reduzindo o colesterol.

Exemplos: repolho roxo, beterraba, berinjela com casca, cereja, ameixa, uva rubi.

Círculo com frutas e legumes roxos

Vermelho: alimentos ricos em licopeno, que lhes confere a coloração vermelha característica e que tem propriedades antioxidantes importantes, principalmente no que se refere à prevenção de câncer de próstata e de mama.

Exemplos: tomate, goiaba, melancia, morango.

Círculo com frutas e legumes vermelhos

Laranja/amarelo: ricos em xantofilas e criptoxantinas, possuem ação  protetora das células. Também são ricos em fibras, que melhoram o funcionamento intestinal, prevenindo a constipação (prisão de ventre).

Exemplos: nectarina, laranja, mamão, papaya, pêssego, abacaxi, maracujá.

Círculo com frutas e legumes amarelos

Laranja: estes são ricos em betacaroteno, que é precursor da vitamina A. A substância atua na saúde da pele, cabelos e olhos.

Exemplos: manga, tangerina, cenoura, abóbora, pêssego.

Verde e amarelo: possuem carotenóides que estimulam o sistema imunológico, previnem processos inflamatórios da pele e desenvolvimento da catarata, além de degenerações que comprometam a visão.

Exemplos: alface, mostarda (folhas), abobrinha, vagem, ervilha, ervilha-torta, pepino com casca, abacate, kiwi, milho.

Verde: os vegetais de folhas verdes escuras são ricos em ferro e auxiliam na prevenção da anemia, principalmente se consumidos com alimentos ricos em vitamina C. Eles também possuem a vitamina K, cuja ação é anti-hemorrágica. Além disso, possuem princípios ativos que estimulam a produção de enzimas a nível hepático com ação anti-cancerígena.

Exemplos: brócolis, couve, couve-flor, couve de bruxelas, espinafre, escarola, salsinha.

Círculo com frutas e legumes verdes

Branco e verde: este é um grupo de alimentos ricos em flavanóides, com ação anticancerígena. O alho, por exemplo, é rico em alicina e a cebola em quercetina, que tem ação protetora do sistema cardiovascular, analgésica e anti-inflamatória.

Exemplos: acelga, endívia, erva doce, salsão, alho poró, cebolinha, cebola, alho, cogumelos.

Em resumo: os alimentos de cor roxa são mais ricos em antocianidinas, enquanto os vermelhos e alaranjados esbanjam vitamina A e carotenoides. Já os verdes possuem bastante ferro e cálcio, e os brancos têm mais quercetinas.
O importante é variar sempre e não ter preguiça de caprichar nas refeições!

 

Fonte: Dra. Juliana Rossi – Nutricionista (CRN 40228)
Clínica Equilíbrio Nutricional