Com início em setembro, no hemisfério sul, a primavera é a famosa estação das flores.
Elas certamente deixam o mundo mais bonito e perfumado, mas podem também deixar seu prato mais saboroso. Afinal, flor pode ser comestível? Sim! Mas não qualquer uma. Por isso, nós convidamos a Raquel Labonia, nutricionista da Consultoria WellMove, para falar um pouquinho sobre esse item tão inusitado da nossa cozinha.

“As flores comestíveis são também extremamente decorativas e dão um toque super especial no visual da sua preparação! Afinal, também comemos com os olhos, não é mesmo? Algumas contribuem ainda para um sabor mais picante, como a capuchinha, ou um acento aromático, como a flor do alecrim”, ensina Raquel.

Quero experimentar! Como devo fazer?

Para consumir as flores comestíveis, primeiramente, você deve escolher um fornecedor de confiança que garanta o cultivo sem substâncias nocivas à sua saúde. Não é recomendado consumir flores de floriculturas, mercados e lojas convencionais a menos que estejam rotuladas como comestíveis. Caso contrário, podem apresentar alto nível de pesticidas e químicos.

Posso comer qualquer uma?

Nem todas as flores são comestíveis e podem causar danos à saúde. Para começar, escolha as mais conhecidas, como amor-perfeito, begônia, calêndula, capuchinha, pétalas de rosa e também as flores de alecrim, manjericão, hibisco, tomilho e camomila.

O consumo de flores pode dar alergia?

Ao consumir flores comestíveis, fique atento a qualquer sinal de alergia ou intolerância (manchas vermelhas pelo corpo ou problemas gastrointestinais, por exemplo). Caso aconteça, procure imediatamente um médico.
Além disso, pessoas com alergia a pólen não devem consumir flores comestíveis sem orientação profissional.

Afinal, comer flor faz bem?

As flores comestíveis têm sido associadas a propriedades diuréticas, digestivas e anti-inflamatórias. Além disso, contribuem para o aumento de vitaminas e antioxidantes da nossa alimentação.

Summer salad with lettuce, tomatoes and flowers

Como preparar um prato com flor?

Quando usadas na culinária, todo cuidado é pouco com as flores comestíveis. Elas devem estar bem frescas e, em pratos quentes, é indicado colocá-las apenas na finalização para preservar a aparência, textura e o sabor.

Dicas para uso das flores comestíveis:

  • saladas
  • salada de frutas
  • decoração de bolos
  • finalização de massas e risotos
  • dentro de cubos de gelo

Com estas dicas, você pode soltar a imaginação na cozinha. Não tenha medo de inovar nos seus pratos!

 

Fonte: WellMove Consultoria em Nutrição e Bem-Estar
Raquel Labonia (CRN-3 26448)