Xô, gripe! Saiba como fortalecer sua imunidade neste inverno

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Gripes, resfriados, rinites e muitas outras doenças respiratórias chegam para valer no inverno. Mas você já parou para pensar por que isso acontece? E como evitar essas doenças?

A causa

Em participação no programa Bem-Estar, os médicos Richard Voegels, otorrinolaringologista, e Ana Escobar, pediatra, explicam que o frio paralisa os cílios que cobrem todo o nosso sistema respiratório. Esses pelinhos têm a missão de manter os invasores, como vírus e bactérias, longe do nosso corpo. Mas, se eles não funcionam direito, ficamos mais vulneráveis às infecções. Um mesmo vírus pode atacar os ouvidos de uma pessoa e a faringe de outra, causando otite e faringite, por exemplo.

20170720_NPS_Blog_Gripe

Como o corpo se protege

Normalmente, nosso corpo é capaz de combater sozinho a maioria dos problemas respiratórios. Os vírus e bactérias podem ser derrotados em cinco a sete dias com a ajuda de hidratação, repouso e uma alimentação balanceada. Então, quanto mais forte o seu organismo estiver, mais rápido você irá se livrar desses incômodos!

Sinal vermelho: tosse persistente, febre alta prolongada, secreções espessas amareladas ou esverdeadas no nariz ou ouvido pedem uma avaliação médica.

 

A alimentação no reforço da imunidade

Comer bem, de forma equilibrada e saudável, é sua melhor estratégia para fortalecer o organismo. Por isso, conversamos com a nutricionista funcional Mariana Duro para saber quais nutrientes e alimentos não podem faltar no prato:

A dica mais famosa para quem quer ficar longe das gripes e resfriados é a vitamina C. O nutriente realmente tem importante papel no fortalecimento da imunidade do organismo. Mas atenção: não adianta apenas procurar suplementos na farmácia quando a doença já se instalou. O ideal é manter o corpo nutrido sempre! Abacaxi, limão, laranja, morango e acerola são ótimas opções para encontrar a vitamina.

Outros alimentos bastante eficazes para estimular o sistema imunológico são alho, que atua como antiviral e antibiótico, e o gengibre que é ainda analgésico.

A nutricionista destaca, também, as proteínas magras, que possuem aminoácidos, importantes na produção de anticorpos necessários para nossa defesa. Você pode encontrá-las em alimentos como clara de ovo, iogurte, peito de peru e peixes.

Outros alimentos poderosos são o agrião, o brócolis, o espinafre e a rúcula. Vegetais e folhas verdes são, além de fontes de vitamina C, alimentos ricos em vitamina A, ferro e clorofila, substâncias que também dão uma turbinada na imunidade do organismo.

Se você reparar bem, é possível se fortalecer em todas as refeições: no café da manhã, na salada, no prato principal do almoço e até no jantar. Sem contar os sucos que podem contribuir para os lanchinhos ao longo do dia!

Quer uma forcinha extra? Então anote essa receita que a Mariana compartilhou com a gente:

Suco da imunidade

Ingredientes
• 100 ml de suco de uva integral em caixinha
• 50 ml de água
• 1 colher de sobremesa de mirtilo (natural ou congelado)
• 1 fatia de abacaxi
• 1 pedaço pequeno de gengibre
• 1 colher de sopa de folhas de salsinha

Modo de preparo
Bata todos os ingredientes no liquidificador e consuma em seguida.

 

Fontes:
Mariana Duro, nutricionista funcional
Richard Voegels, otorrinolaringologista, e Ana Escobar, pediatra, para o Bem-Estar

Visite regularmente os profissionais de saúde e alimentação de sua confiança. Esse site possui conteúdo meramente orientativo e complementar.

2 ideias sobre “Xô, gripe! Saiba como fortalecer sua imunidade neste inverno

    • Oi, Angelina!

      Você pode acompanhar nossos conteúdos também nas redes sociais:
      - Facebook: /nutricaopraticaesaudavel
      - Instagram: @nutricaopraticaesaudavel
      - Twitter: @praticasaudavel

      Um abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>