O sabor e o poder das frutas cítricas

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

O que vem à sua cabeça quando falamos em frutas cítricas? Se a memória fica na dupla famosa, o limão e a laranja, lembre-se de que existe variedade o bastante para agradar a todo tipo de paladar:

limão / laranja / lima / tangerina (mexerica, bergamota…) / acerola / caju / romã / abacaxi / abiu / ameixa / cidra / cupuaçu / framboesa / groselha / jabuticaba / marmelo / morango / nêspera / pêssego / tamarindo / uva

Os citros compreendem um grande grupo de plantas do gênero Citrus, originárias principalmente das regiões subtropicais e tropicais do sul e sudeste da Ásia. No Brasil, elas chegaram pelas mãos dos portugueses, no século XVI. E, o melhor de tudo, é que essas frutas são ricas não apenas no quesito sabor, mas também em benefícios para a saúde. A nutricionista Carla Pelliciari, em contribuição para o Nutrição Prática & Saudável, detalha melhor:

“Os frutos são ricos em vitamina C, denominada cientificamente ácido ascórbico e de característica hidrossolúvel”, ela aponta. “Possuem também betacaroteno, substância precursora de vitamina A, e complexo B, além de sais minerais, principalmente cálcio, magnésio, potássio, sódio, fósforo, ferro e selênio”.

Carla explica que nós, seres humanos, não conseguimos sintetizar por conta própria o ácido ascórbico, então é preciso obtê-lo a partir da dieta. “Os primeiros sintomas de deficiência de vitamina C no organismo são fadiga e equimoses (pequenas manchas arroxeadas na pele), podendo chegar até a anormalidades psicológicas, como histeria e depressão”, conta. Nas crianças, Carla explica que a falta de vitamina C pode causar problemas no crescimento e na ossificação, além de hemorragias e anemias.

Mas quais são os benefícios em se ter uma dieta rica em vitamina C?

Carla destaca que o ácido ascórbico é “importante na formação do colágeno e pode aumentar a biodisponibilidade do ferro, aumentando sua absorção”. Além disso, a vitamina C é uma poderosa aliada contra o envelhecimento precoce: ela atua como “agente antioxidante, inativando o radical livre hidroxila e protegendo células, proteínas e DNA dos danos oxidativos e a formação de espécies reativas de oxigênio e nitrogênio, que estão associados ao aparecimento de diversas doenças degenerativas, como aterosclerose, diabetes, doenças inflamatórias, câncer, doenças neurológicas, hipertensão, doenças oculares e pulmonares também”.

E aí, já se convenceu do quanto essas frutas são importantes?

Então veja mais essa: Carla lembra que outra substância abundante nas frutas cítricas, o betacaroteno, possui “ação antioxidante protetora contra doenças cardiovasculares e atua inibindo o processo de oxidação da lipoproteína de baixa densidade, o LDL”, também conhecido como mau colesterol.

Estar fora de casa não é desculpa para deixar de aproveitar todos esses benefícios, hein? Uma grande variedade de sabores de sucos está disponível no mercado, inclusive em opções super práticas, on the go: é só ter na bolsa e beber. ;)

Em casa, para botar tanta informação na prática, experimente essa deliciosa receita de smoothie enviada pela nutricionista Carla:

SMOOTHIE DE FRUTAS CÍTRICAS

Ingredientes

● 80 g de acerola
● 100 g de caju
● 90 g de carambola
● 200 g de laranja
● 2 unidades de castanha-do-pará sem sal

Moro de preparo

Comece lavando os ingredientes. Tire as sementes da acerola e a casca da laranja mas, se possível, mantenha a parte branca. Coloque todas as frutas no liquidificador e bata até ficar homogêneo.
Sirva em copos e, por último, triture as castanhas e acrescente por cima do smoothie.

Informações nutricionais (por porção)

● 843 mg de vitamina C
● 4,4 g de fibras
● 136,33 calorias

Rendimento

● 2 porções

Fontes:

Carla Pelliciari, nutricionista | CRN: 3/7041

Funções Plenamente Reconhecidas de Nutrientes – Ácido ascórbico (Vitamina C) / ILSI. Brasil, 2012

Antioxidantes dietéticos: controvérsias e perspectivas. Química Nova vol.30 no.2, São Paulo, 2007

Acesso em 3/6/16:
http://www.iac.sp.gov.br/imagem_informacoestecnologicas/43.pdf
https://fnic.nal.usda.gov/sites/fnic.nal.usda.gov/files/uploads/recommended_intakes_individuals.pdf

Visite regularmente os profissionais de saúde e alimentação de sua confiança. Esse site possui conteúdo meramente orientativo e complementar.

4 ideias sobre “O sabor e o poder das frutas cítricas

  1. Boa tarde!
    Andei dando uma olhada no site de vocês, achei muito interessante a matéria sobre frutas cítricas. Venho procurado informações e receitas em sites com nutricionistas pelo fato da fonte ser mais confiável. Porém tenho uma dúvida! O limão pode ser guardado na geladeira? Se sim, por quanto tempo?

    Obrigada!
    Catarina

    • Olá, Catarina!

      Agradecemos o interesse! :)
      De acordo com a nutricionista Sibele Carteiro, você pode guardar limões verdes em local fresco, seco e arejado. Os maduros podem ficar na geladeira dentro de um saco plástico. Nesses casos, eles podem durar até duas semanas. Se estiver cortado, coloque-o na geladeira dentro de um recipiente fechado, para evitar que pegue cheiro, e use-o o mais rápido possível, para evitar que oxide e perca propriedades.
      Essa matéria pode ser interessante pra você: https://goo.gl/WPRkM7

      Um abraço,

      Equipe de Comunicação da Nutrição Prática & Saudável

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>