Entenda a pirâmide alimentar

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

De acordo com dados do Ministério da Saúde, a pirâmide dos alimentos foi criada para promover o bem-estar nutricional da população, servindo como um guia para a boa alimentação com alimentos e porções indispensáveis para o dia a dia. A pirâmide alimentar brasileira foi criada em 1999, pela pesquisadora Sonia Tucunduva Philippi, do Departamento de Nutrição da Faculdade de Saúde Pública da USP (Universidade de São Paulo).

Em 2013, a pirâmide foi adaptada e passou a contar com novos alimentos, essa inserção foi feita para melhor adaptação à dieta e aos hábitos culturais dos brasileiros. A nova pirâmide também conta com a redução do valor energético diário para 2.000 Kcal, fracionamento da dieta em seis porções diárias e o incentivo à prática de atividades físicas, explica a nutricionista Maria Fernanda Elias.

Acompanhe as principais alterações:

Grupo do arroz, pão, massa, batata, mandioca: destacou-se a presença do arroz integral, pão de forma integral, pão francês integral, farinha integral, biscoito integral, aveia, além da inclusão da quinoa e do cereal tipo matinal.

Grupo das frutas: deu-se ênfase para os itens regionais, como caju, goiaba, graviola e a inclusão de sucos e salada de frutas.

Grupo das verduras e legumes: foram incluídas as folhas verdes escuras, repolho, abobrinha, berinjela, beterraba, brócolis, couve flor, cenoura com folhas e a salada com diferentes tipos de vegetais.

Grupo do leite, queijo e iogurte: promoveu-se maior ênfase aos produtos desnatados e maior visibilidade ao iogurte.

Grupo das carnes e ovos: deu-se destaque para os peixes do tipo salmão e sardinha, peixes regionais, cortes mais magros e grelhados, frango sem pele e os ovos.

Grupo dos feijões e oleaginosas: além do feijão, incluiu-se a soja como preparação culinária; aparecem a lentilha, o grão de bico e as oleaginosas (castanha do Brasil e castanha de caju).

Grupo dos óleos e gorduras: destacou-se o azeite de oliva.

Grupo de açúcares e doces: foram inseridas sobremesas doces e o açúcar.

Além da alimentação não se esqueça de praticar atividades físicas.

Nova Pirâmide Alimentar 

 

Fonte entrevistada: Maria Fernanda Elias, nutricionista e Mestre em Nutrição e Saúde Pública pela Universidade de São Paulo (USP).

 

Visite regularmente os profissionais de saúde e alimentação de sua confiança. Esse site possui conteúdo meramente orientativo e complementar.

33 ideias sobre “Entenda a pirâmide alimentar

    • Quem tem diabetes pode comer tudo que tem na pirâmide? Por favor, envie uma dieta para diabéticos, ressaltando frutas e legumes. Obrigada!

      • Olá Edivania,

        Sugerimos que você procure a orientação de um profissional para que ele possa fazer uma avaliação e passar as informações corretas para você. Abraços ;)

      • Olá Edivania Bastos! Existe uma pirâmide alimentar exclusiva para diabeticos, a pirâmite alimentar acima citada é para a população adulta saudável em geral, sugiro que procure o profissional nutricionista de sua confiança para melhor esclarecimento de suas dúvidas, e um acompanhamento individualizado para melhoria das suas necessidades pessoais. A pirâmide nós serve como auxilio mais o acompanhamento individualizado pelo profissional habilitado é indispensável.
        Att.
        Kátia Zschaber
        Graduanda em Nutrição e Técnica em Nutrição e Dietética.

    • Tiago! Você estaria se referindo a essa piramide alimentar?

      Grupo 1: arroz, pão, massa, batata e mandioca – 6 porções (1 porção = 150 kcal)
      Grupo 2: frutas – 3 porções (1 porção = 70 kcal) *
      Grupo 3: legumes e verduras – 3 porções (1 porção = 15 kcal)
      Grupo 4: carnes e ovos – 1 porção (1 porção = 190 kcal)
      Grupo 5: leite, queijo e iogurte – 3 porções (1 porção = 120 kcal)
      Grupo 6: feijões – 1 porção (1 porção = 55 kcal)
      Grupo 7: óleos e gorduras – 1 porção (1 porção = 73 kcal)
      Grupo 8: açúcares e doces – 1 porção (1 porção = 110 kcal)

      • Oi, Ronaldo

        Em casos específicos assim, o ideal é ter sempre a consultoria de um especialista para que se chegue ao resultado esperado com saúde. As recomendações certamente variam de pessoa para pessoa. :)

        Um abraço,

        Equipe de Comunicação da Nutrição Prática & Saudável

  1. Considero que tudo tem que ter equilíbrio, inclusive da disponibilidade de produtos de cada região. Temos que ser flexíveis até na orientação nutricional de cada pessoa.

  2. Thiago, a piramide serve para orientar de maneira abrangente indivíduos saudáveis… Dietas especificas somente com o nutricionista!

  3. Pingback: Projeto vida saudavel: cardapio saudavel - Não Mexe na Minha Bolsa

  4. Pingback: Conheça a tecnologia por trás do suco de caixinha | nutricaoweb

  5. Olá boa noite! gostaria de saber qual o valor energético e numero de porções de cada grupo de alimentos da pirâmide? no exemplo da dieta de 2000kcal

    • Oi, Douglas

      Somos uma equipe de jornalistas que escreve sobre nutrição e saúde a partir de entrevistas com profissionais especializados. Podemos tirar sua dúvida em um post futuro, que tal? Precisamos sempre consultar especialistas antes de divulgar esse tipo de informação, assim garantimos que o público da página seja instruído da melhor forma possível.

      Um abraço,

      Equipe de Comunicação da Nutrição Prática & Saudável

  6. Oi, tenho visto algumas pirâmides Q dizem ser a nova, onde as gorduras vegetais estão embaixo, junto com os pães e massas Q passaram a ser todos integrais, os pães e massas brancos foram para o topo da pirâmide, estou em dúvida de qual é a correta.

    • Olá, Cristiane

      Este post é de 2014 e, desde então, realmente alguma novidade pode ter surgido. A ciência está sempre em transformação. Vamos aproveitar o seu comentário e revisar esta pauta, compartilhando o que houver de novidades. Agradecemos! ;)

      Um abraço,

      Equipe de Comunicação do Nutrição Prática & Saudável

      • Oi, Angela

        Esse post é bastante antigo, apesar de continuar a performar bem no Google. Obrigada por compartilhar a atualização.

        Abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>